domingo, setembro 27, 2015

Exposição "MULTIPLES" no Museu de Sabugal

Multiples de Fannon |Museu do Sabugal

04 a 31 de Outubro de 2015
Aberta ao público todos os dias de 4 até 30 de Outubro de 2015 das 09.30h às 13.00h / 14.00h às 17.30h
Museu do Sabugal | Largo de S. Tiago 6320 – 447 Sabugal
Tel.: 271 750 080

O Presidente da Câmara Municipal de Sabugal, Eng. António dos Santos Robalo, tem a honra de convidar V. Ex.ª e família para a inauguração da exposição “MULTIPLES” de FANNON, no próximo dia 3 de outubro de 2015 (sábado), pelas 19h00, no Museu do Sabugal.


Ormond Fannon apresenta-nos composições derivadas de fotografias fragmentadas e reorganizadas por um método sistemático peculiar.  As fotografias continuam a ser fotografias e as imagens são as mesmas, só que a nossa perceção é alterada.

Esta exposição "MULTIPLES" no Museu do Sabugal é composta por obras de arte produzidas ao longo dos últimos dois anos. O trabalho está dividido em duas secções. O primeiro, intitulado: "Transformações" centra-se nas visitas que o artista fez aos cinco castelos do concelho de Sabugal (Sabugal, Vilar Maior, Vila do Touro, Alfaiates e Sortelha). A segunda consiste numa série de projetos para painéis de azulejos de cerâmica que reflitam e celebrem passatempos e eventos sociais e culturais portuguesas. Esses projetos oferecem uma abordagem “light-hearted” para apresentar aspetos de Portugal e são exclusivos do estilo Fannon. Os painéis são adequados para a instalação em restaurantes, hotéis ou noutros espaços públicos ou privados.

BREVE BIOGRAFIA: Ormond Patrick Fannon veio para Portugal em 1972, com a mulher e com a primeira filha a fim de se radicar em Portugal. Passou o seu primeiro ano em Lisboa, como designer gráfico freelancer tendo ganho o concurso público da TAP na campanha comemorativa dos 25 anos da companhia aérea. Em 1973 começou a lecionar no Colégio Inglês de Carcavelos (St. Juian’s School) onde desenvolveu e dirigiu o departamento de Arte, Design e Tecnologia, sendo mais tarde nomeado para a direção do colégio até a sua aposentação em 2011.
Em 1988 foi nomeado Examinador de Artes Visuais da “International Baccalaureate Organization” (www.ibo.org) e em breve se tornou no Examinador Delegado para o Programa de Diploma em Artes Visuais. Ele também ingressou na faculdade como gestor do “Online Curriculum Centre” em Artes Visuais, cargo que ocupou durante 12 anos (1998-2010).
Em 1997 foi convidado pelos Serviços de Acreditação da CIS (Conselho de Escolas Internacionais – www.cois.org) a visitar o Colégio Internacional de Bagdad num momento em que o Iraque foi realmente isolado do resto do Mundo. Aceitou o desafio e desde então, tem representado CIS em visitas a colégios internacionais em toda a Europa, Médio Oriente, América do Sul e Austrália. Ele é também conselheiro para CIS desde setembro de 2007.
No campo da educação em Artes Visuais treinou e orientou novos examinadores, (em Cardiff e em Los Angeles) e liderou workshops) para professores na Argentina, Costa Rica, França, Alemanha, Holanda, Espanha, Brasil, EUA e nos Emirados Árabes. Também participou em conferências do IB, COBISEC, INSEA, ECIS e TAISI na Holanda, Inglaterra, França, Hungria, República Checa, Noruega, Portugal, Índia, Suíça e EUA.
A 1ª exposição individual de Fannon em Portugal intitulou-se "Multiface" e foi realizada no Teatro Experimental de Cascais em 1984, tendo no mesmo ano ganho uma menção honrosa no Salão de Primavera do Casino de Estoril. Foi um dos cofundadores do "Grupo Pitágoras", que entre os anos de 1988 e 1990 expôs em mais de 20 galerias municipais em todo Portugal. Representou o Reino Unido na Bienal Internacional de Óbidos e participou em vários outros, incluindo Bienais de Cerveira, Lagos, Sabugal e Ciudad Rodrigo. As suas funções na direção do colégio sacrificaram a sua vida de artista e só depois da sua aposentação é que retomou o seu trabalho de artista em full-time.
Participou recentemente em mostras coletivas "Arte Hoje" na SNBA (Sociedade Nacional de Belas Artes) tendo então sido selecionado para representar a sociedade na Bienal de Vila Franca de Xira, em Novembro 2014 e também selecionado para participar na Bienal Vila Nova de Cerveira em 2015. Durante este ano esteve representado no Museu Geológico em Lisboa e no EcoMuseu do Zêzere em Belmonte com o Grupo "VIAJ4RTE".
Passou a cidadão Português em Julho em 2014. A sua casa e atelier estão na Malveira da Serra, onde vive com a sua mulher Helena. Os seus filhos Nichola, Michelle e Fred são já adultos independentes vivendo os três em Cascais.

Enviar um comentário