segunda-feira, março 19, 2012

Criação da marca "Vale do Côa" reforça identidade do território


"A marca ‘Vale do Côa: um vale de património' pretende reforçar a identidade territorial do vale do Côa e fomentar o sentimento de pertença a esse território", explicou Dulcineia Catarina Moura, coordenadora da Associação Territórios do Côa, responsável pela estratégia de eficiência coletiva do PROVERE (Programa de Valorização Económica de Recursos Endógenos) Turismo e Património no Vale do Côa.
Segundo a dirigente, o plano global liderado por aquela associação com sede em Figueira de Castelo Rodrigo prevê um investimento global de 1,9 milhões de euros em projetos a realizar na região do Vale do Côa, em municípios dos distritos da Guarda e de Bragança.
Dulcineia Moura referiu que a nova insígnia será associada às gravuras rupestres (museu e Parque Arqueológico), ao Douro Vinhateiro, às aldeias históricas, aos castelos de fronteira, aos produtos endógenos, às tradições e manifestações religiosas, entre outras áreas.
A coordenadora da entidade responsável pela gestão e coordenação do PROVERE no Vale do Côa adiantou que o objetivo também passa por "entusiasmar os empresários, os produtores regionais e os promotores de alojamento em espaço rural a aderirem a este conceito”, para terem mais valias económicas.
"Já temos propostas de aplicação da marca nos produtos regionais e existe uma proposta [de criação] do ‘selo do Vale do Côa', cuja atribuição terá de ser muito criteriosa, para lhe associarmos o atributo de qualidade", acrescentou.
A responsável adiantou que o plano também prevê o desenvolvimento de projetos relacionados com a promoção das gravuras rupestres e de equipamentos turísticos.
A colocação de sinalética diferenciadora da região do Vale do Côa, a criação de rotas e percursos pedestres e ações de animação turística da região, são outras das iniciativas a concretizar em breve, segundo Dulcineia Moura.
A estratégica do PROVERE para o Vale do Côa envolve os municípios de Almeida, Figueira de Castelo Rodrigo, Freixo de Espada à Cinta, Mêda, Mogadouro, Pinhel, Sabugal, Torre de Moncorvo, Trancoso e Vila Nova de Foz Côa.
Agrega também a Associação de Desenvolvimento do Sabugal, a Associação Transumância e Natureza, a Associação Douro & Águeda, a Associação dos Amigos do Parque e do Museu do Côa, entre outras, e a Fundação Côa Parque, responsável pela gestão do Parque Arqueológico e do Museu do Côa.
A marca "Vale do Côa" será apresentada na quarta-feira, pelas 15:00, na Casa da Cultura de Figueira de Castelo Rodrigo.
@Lusa

Retirado de noticias Sapo
Enviar um comentário